temos-muitos-servidores-publicos

Via Anaferj,

Uma das coisas que se escuta e se lê muito na imprensa brasileira é que há um grande “inchaço na máquina pública” e que “há muitos servidores no Brasil”. Segundo essa informação, repetida à exaustão, esse enorme número de gente que “vive às custas do estado” seria um dos motivos da nossa crise e do nosso subdesenvolvimento.

Como a nossa imprensa não é das mais plurais e confiáveis, é importante ir em fontes confiáveis de informação pra sair do discurso pronto dos formadores de opinião da imprensa.

Afinal, uma mentira repetida mil vezes, engana muita gente, mas continua sendo uma mentira.

Segundo a OCDE, no cenário mundial, o Brasil tem proporcionalmente menos servidores do que a média das maiores economias do mundo. Na verdade, estamos bem abaixo, com 12% de servidores dentro da força de trabalho.

https://www.infomoney.com.br/blogs/economia-e-politica/terraco-economico/post/5406420/funcionalismo-publico-brasil-grafico-para-mudar-sua-visao

 

Os países escandinavos como Suécia, Noruega e Dinamarca, conhecidos por serem os países de melhor qualidade de vida do mundo com sistemas eficientes de saúde pública, educação pública e segurança pública tem em média mais de 30%. O Brasil está ao lado do México com 12%.

 

E o Estado do Rio de Janeiro?

Segundo levantamento do IBGE dentre as máquinas estaduais (e do distrito federal) o Rio de janeiro ocupa uma modesta 22ª posição empatado com SP, AL e SC com apenas 1,7% da população economicamente ativa empregada na máquina do Estado.

https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101596.pdf

Conclusão:

A conclusão é a mesma que chega qualquer cidadão que precise, por exemplo, de atendimento na Rede Pública de saúde: Falta servidor.

Falta muita gente frente ao enorme desafio de prestar serviços com o mínimo de qualidade para a população.

Deixe um Comentário