A edição de março/abril da Revista Servidor MPRJ não poderia deixar de destacar o brutal ataque à democracia brasileira: o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), ocorrido no dia 14 de março, no Rio de Janeiro. Além da violência cada vez maior em nosso Estado, que vive uma dramática crise financeira construída pela política equivocada e má gestão dos nossos representantes, o  Estado de Direito é colocado em xeque. Além do absurdo número de mortes de policiais em nosso Estado, agora também a violência atinge a única mulher negra eleita na Câmara Municipal e a quinta mais votada na última eleição. Independente das polarizações ideológicas em torno do tema, a forma como ocorreu sua morte é inadmissível em qualquer estado democrático. A Assemperj se solidariza às milhares de pessoas que foram às ruas em sua homenagem em todo o mundo, e defende o respeito e tolerância às reivindicações dos defensores dos direitos humanos, o que se coaduna com a defesa pela dignidade profissional dos policiais, que sofrem com péssimos salários e falta de estrutura de trabalho.

É no mês do dia das mulheres também que trazemos uma charge em defesa delas no ambiente de trabalho. Faz parte da campanha O MP que queremos, lançada nesta edição, pautando as necessidades dos servidores. Assédio moral no trabalho foi o assunto destacado na reportagem de capa central trazendo diversos elementos sobre o fenômeno, que tem sido debatido pelos servidores. Teletrabalho, Edital de Remoções/Permutas, Reajuste Salarial e Jornada de Trabalho, dentre outros, serão os próximos temas. A campanha visa fortalecer essas discussões perante a Administração, na perspectiva de uma instituição mais justa e saudável ao ambiente laboral, assim como promover o debate em busca dos direitos dos servidores. Contamos com a participação de todos nesse processo, e boa leitura!!

Veja a edição online da revista: jornal_marco_abril_final_2018

Deixe um Comentário