O Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais do Rio de Janeiro, diante da morte de quase uma centena de policiais civis e militares; de diversos casos de violência sofrida por servidores públicos em serviço – Oficiais de Justiça e do MPRJ, assistentes sociais, profissionais da área de saúde e da educação, conselheiros tutelares, agentes penitenciários, agentes e funcionários do DEGASE, Bombeiros Militares, etc;
da violência sofrida por milhões de pessoas, principalmente as mais pobres e residentes em áreas dominadas pela violência;

Vem a público manifestar seu repúdio à política de segurança pública adotada pelos governos estadual e federal, que privilegia a guerra às drogas como principal forma de enfrentamento à criminalidade, investindo no combate armado com bandidos, deixando de lado o investimento em inteligência, planejamento e investigação, que levariam ao cumprimento da lei e evitariam tantas baixas.

Dessa forma, morrem e sofrem as piores consequências os agentes públicos e os moradores de áreas conflagradas, ambos submetidos a uma luta sem fim que “enxuga gelo” na segurança pública adotada em nosso país.

Por fim, o MUSPE conclama a sociedade e o governo a debater e se unir em prol de um país diferente, com respeito aos direitos humanos e da dignidade e vida dos servidores públicos policiais, bem como a discussão de um novo modelo de segurança pública que atenda os anseios da sociedade.

Deixe um Comentário