O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) pedirá intervenção federal na Saúde do estado devido à crise no setor. A entidade anunciará, em coletiva de imprensa na sexta-feira (28), os motivos da solicitação. Na ocasião, será apresentado balanço dos problemas encontrados nas unidades fiscalizadas este ano.

“Além das vistorias, o Cremerj tem recebido denúncias de médicos e pacientes a respeito principalmente do sucateamento das unidades estaduais, o que tem afetado também a rede pública município, pela sobrecarga e atraso nos repasses. Há falta de medicamentos e de recursos humanos, além de problemas estruturais, que dificultam o atendimento de qualidade à população”, diz a nota.

Denúncias
Um dos hospitais fiscalizados é o Pedro Ernesto. Entre os problemas, a unidade precisa de doação de sangue com urgência. Cirurgias chegaram a ser desmarcadas, como mostrou o Bom Dia Rio (veja como doar).

No Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, denúncias exibidas pelo telejornal mostraram péssimas condições de atendimento, com macas e pacientes espalhados por salas. Funcionários relataram falta de equipamentos e salários atrasados.

Fonte: G1

Deixe um Comentário