assemperj-nomeia-novos-diretores

A nova diretoria da Assemperj foi composta na manhã da última segunda-feira (03/09) na sede da Associação, no Centro do Rio. Agora, além do aumento de cerca de 50% do número de associados (as) durante a gestão e visando o fortalecimento institucional da entidade, mais seis servidores passam a atuar em defesa da categoria formalmente.

De acordo com Rubem Ricardo Millem, recém empossado diretor de Relações Externas e Internas, a recente mobilização dos associados do interior na Alerj pelo reajuste de 5% aos servidores foi fundamental para o fortalecimento da articulação a nível estadual. Servidor há 16 anos, Rubem é lotado em Campos dos Goytacazes, no norte do Estado, onde a Assemperj tem uma sala, e sócio da Associação desde o início.

“Sempre julguei importante a união dos integrantes de uma categoria na defesa de seus interesses, e busquei diminuir a distância na relação capital x interior. Resolvi aceitar o convite para ver os servidores do interior representados junto a entidade. Dificilmente conseguiremos alguma coisa sem a participação dos servidores da capital ou do interior, pois somente a classe unida terá força para lutar as batalhas que ainda virão”, afirmou.

O analista administrativo, Vinícius Zanata Alves Lobo, substituiu a vice-presidência da Associação em razão da vacância no cargo. O servidor de 33 anos está há seis no MPRJ e, segundo ele, a atual diretoria tem importantes avanços para servidores pelo bom trabalho realizado e agora vai melhorar ainda mais.

“Estou vindo para somar forças com a atual gestão, que está há quase dois anos e tem sido muito bem avaliada pelos servidores. Vamos tentar aprofundar a luta por mais direitos, esse é o principal foco. Garantir os direitos dos servidores e mais regulamentações à categoria”, destacou.

Nos últimos anos a Assemperj tem se reunido mensalmente com o PGJ para tratar os interesses da categoria, se articulado com outras entidades e na Alerj por melhorias aos servidores do MPRJ, bem como potencializado sua capacidade de comunicação interna com os (as) associados (as) e externa com a sociedade. Com o estabelecimento de diversos convênios, são oferecidos milhares de serviços e benefícios para a categoria.

Nessa nova diretoria mantemos a participação das mulheres, de modo a garantir o equilíbrio de gênero na nossa representação. Há 15 anos no MPRJ e desde então associada, Daniela Patrícia da Silva Gomes, analista processual, assumiu a diretoria financeira.

“Vamos colaborar com o trabalho, auxiliar na parte administrativa que tem crescido muito nos últimos anos e na defesa dos direitos dos servidores. Fortalecer ainda mais a entidade, e esperamos contar com esse crescimento participativo dos associados para ter maior representatividade nas mobilizações e força para nossas conquistas”, afirmou.

A expectativa, em razão da conjuntura política, é que nos próximos aumente a demanda de lutas em prol dos direitos e garantias aos servidores e, por isso, cada vez mais é importante o papel das entidades de classe.

Veja a lista completa com os nomes e cargos dos novos diretores aqui.

Deixe um Comentário