representantes-do-movimento-unificado-dos-servidores-reunem-se-com-procurador-geral

Na tarde dessa quinta-feira (12/01), representantes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe) estiveram reunidos com o procurador-geral de Justiça, Marfan Vieira, na sede da Procuradoria Geral de Justiça. Os servidores denuciaram mais uma vez a situação de crise nas contas públicas do Estado e expuseram sua indignação com o fato de o governo insistir no parcelamento e no atraso no pagamento dos salários do funcionalismo como forma de resolver suas deficências administrativas e de gestão financeira.

Os servidores também denunciaram as carências no serviço público estadual, especialmente nas áreas de saúde, educação e segurança pública. O procurador-geral expôs algumas das medidas adotadas pelo Ministério Público, em sua esfera de atribuições, em cada uma dessas áreas.

A Assemperj, representada por seu presidente, Flávio Sueth, esteve presente à audiência, junto dos representantes do Sindicato dos Servidores do MPRJ (Sindsemp), da Coligação dos Policiais Civis (Colpol), da Associação dos Bombeiros (CBMERJ), do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (SindJustiça), da Associação dos Servidores do Proderj, do Sindicato dos Servidores do Departamento Geral de Ações Socioeducativas do Estado do Rio de Janeiro (Sind-Degase), da Associação dos Servidores da Vigilância Sanitária (Asservisa), do Sindicato da Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC), do Sindicato dos Trabalhadores de Água e Esgoto (STIPDAENIT), da Associação dos Servidores da Defensoria Pública do Estado (ASDPERJ) e do Sindicato dos Profissionais de Educação do Rio (Sepe).

Também participaram do encontro o subprocurador-geral de Justiça de Administração, Eduardo da Silva Lima Neto; o subprocurador-geral de Justiça de Direitos Humanos, Ertulei Laureano Matos; o consultor jurídico da Procuradoria-Geral de Justiça Emerson Garcia; a coordenadora do CAO Cidadania, Patrícia Villela; e a coordenadora de Segurança e Inteligência, Elisa Fraga.

Com informações da assessoria de comunicação do MPRJ

Deixe um Comentário