aprovacao-de-recomposicao-inflacionaria-de-5-aos-servidores-do-mprj

Os deputados aprovaram nesta tarde (28/06), na Assembleia Legislativa (Alerj), o PL 1091/2015 que prevê a recomposição salarial de 5% dos servidores do MPRJ.

Também foram contemplados na mesma plenária os trabalhadores da Defensoria Pública e do Tribunal de Justiça. As três categorias – um total de 17.778 servidores da ativa – estão sem reajustes desde 2014 e as perdas inflacionárias estimadas são de 25%. Para piorar, tivemos o aumento de 3% sobre o desconto previdenciário recentemente.

A recomposição entrará em vigor a partir de setembro de 2018, caso sancionado pelo governador ou seja derrubado eventual veto em futura votação na Alerj.

Por isso, pedimos a todos que fiquem atentos e reforcem qualquer nova convocação da Assemperj para mobilização na Assembleia.

Agradecemos a participação dos (as) associados (as) que vieram de diversas regiões do Estado para a votação, e reforçamos a importância de mobilização da categoria em prol dos seus direitos e necessidades.

Os servidores beneficiados pela decisão da Alerj lutam por seus direitos constitucionais e legítimos, esperando também estimular outras categorias a fazerem o mesmo.

“É fundamental desmontar a falsa narrativa construída de que não é possível dar recomposição inflacionária aos servidores. Adotar o discurso de que o servidor público é o responsável pela ‘crise’ do Estado do Rio de Janeiro é um projeto político com fins claros de inviabilizar o serviço público e não enxergar os dados concretos sobre o passado recente e políticas equivocadas. Lutaremos para que todos os demais servidores também consigam a sua recomposição”, afirmou Flávio Sueth, presidente da Assemperj.

Deixe um Comentário